Sindicarne - Florianópolis
INDÚSTRIAS DE PRODUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM PROTEÍNA ANIMAL
08/10/2019
Avicultura
Embarques de carne de frango: inconsistência nos resultados da primeira semana do mês
Os dados de exportação da primeira semana de cada mês carregam consigo restos não contabilizados de embarques efetivados no mês anterior. Assim, pode-se contar com a diluição desses resultados à medida que o mês for avançando

AviSite

Os dados da SECEX/ME relativos às exportações de carne de frango in natura da primeira semana de outubro (quatro dias úteis, de um total de 23 dias úteis) indicam que a média diária registrada no período, de pouco mais de 19,5 mil toneladas, corresponde ao segundo maior volume de todos os tempos.

Mas... devagar com o andor. Porque, em geral, os dados de exportação da primeira semana de cada mês carregam consigo restos não contabilizados de embarques efetivados no mês anterior. Assim, pode-se contar com a diluição desses resultados à medida que o mês for avançando.

Independentemente disso, observa-se existir pouca ou nenhuma consistência nos números atuais. Porque eles projetam, para os 23 dias úteis deste mês (outubro, junto com julho, é o mais longo do ano), embarques da ordem de 450 mil toneladas, volume que - além de ser 42% superior à média registrada entre janeiro e setembro (316,6 mil toneladas, com pico de 357,7 mil toneladas em junho passado) - corresponde a um resultado jamais alcançado nas exportações do produto in natura.

Paralelamente a um volume mensal recorde, os números atuais também projetam uma receita cambial inédita, algo próximo de US$720 milhões, quase 5% a mais que os US$685 milhões de julho de 2015, atual recorde do setor. Porém, tal incremento resultaria apenas do maior volume, porquanto o preço médio ora registrado é o menor dos últimos oito meses e, pela primeira vez desde maio passado se encontra abaixo dos US$1.600,00/t.

Carne de Frango in natura

Tags: