Sindicarne - Florianópolis
INDÚSTRIAS DE PRODUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM PROTEÍNA ANIMAL
15/07/2019
Importações chinesas podem ter atingido, em junho, um novo recorde
Depois de registrarem volume recorde em maio – perto de 55 mil toneladas – as exportações brasileiras de carne de frango para a China recuaram quase 10% no mês seguinte

AviSite

Depois de registrarem volume recorde em maio – perto de 55 mil toneladas – as exportações brasileiras de carne de frango para a China recuaram quase 10% no mês seguinte: fecharam o primeiro semestre de 2019 com 49.637 toneladas. Mas será que isso representa, efetivamente, uma redução?

Não, se considerado o critério adotado pela SECEX/ME para o cômputo das exportações: o volume embarcado segundo o número de dias úteis do mês. Ou seja: junho, mês mais curto que maio (o que já justificaria embarques menores que o do mês anterior), teve também três dias úteis a menos. Ou, mais exatamente, 19 contra 22. E isso faz significativa diferença.

Nesse contexto, pois, é permitido afirmar que as importações chinesas atingiram em junho passado recorde absoluto – pouco mais de 2,6 mil toneladas diárias, 50% a mais que a média de 1,740 toneladas diárias registrada em 2018.

Esse índice se torna ainda mais relevante ao tomar-se como base o volume de janeiro passado, ocasião em que foi registrado o menor volume dos últimos 12 meses. Pois, neste caso, o incremento no curto espaço de cinco meses sobe para 70%.

China

Tags: