Sindicarne - Florianópolis
INDÚSTRIAS DE PRODUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM PROTEÍNA ANIMAL
11/06/2019
Avicultura
Carne de frango inicia junho com boas perspectivas de exportação
Desconte-se a possibilidade de os números da semana conterem sobras repassadas de maio passado. Mesmo assim, junho foi aberto com boas perspectivas para as exportações de carne de frango

AviSite

Desconte-se a possibilidade de os números da semana conterem sobras repassadas de maio passado. Mesmo assim, junho foi aberto com boas perspectivas para as exportações de carne de frango.

A hipótese de restos do mês anterior estarem inclusos nos primeiros dados de junho advém do fato de, na primeira semana de embarques (2 a 8, cinco dias úteis), o volume médio diário do período ter sido quase um terço maior que o de maio (+32,2%), além de corresponder à maior média diária de todos os tempos (o que não é impossível mas, provavelmente, ainda não ocorreu).

De toda forma, ao nível atual – 21.120 toneladas diárias – o total embarcado no mês irá ficar em torno das 400 mil toneladas, aumentando 14% em relação a maio (neste caso, o percentual de aumento é bem menor que o apontado pela média diária porque o mês é mais curto – 19 dias úteis, contra 22 dias úteis de maio passado).

Ainda consideradas as condições presentes, a receita cambial, embora maior que a de maio, terá um nível de incremento inferior ao do volume, porquanto o preço médio registrado nesses cinco primeiros dias de junho corrente – perto de US$1.638,10/t – apresenta recuo mais de 3% em relação a maio passado. Assim, o projetado por ora é algo em torno de US$650 milhões, incremento de 10% sobre o mês anterior.

Embora as comparações com junho de 2018 mostrem índices de expansão extremamente atrativos – mais de 90% no volume; quase 100% de incremento na receita cambial – tais comparações não têm resultado prático, pois, é sabido, os resultados de junho do ano passado (extremamente baixos e absolutamente fora da curva) refletem momento de transição da SECEX que, na ocasião, adequava o acompanhamento das exportações a um novo sistema e, por isso, só computou parte dos dados de junho em julho de 2018..

Isso, aliás, fica mais óbvio na medida em que se constata, por exemplo, que o menor volume dos últimos 72 meses (seis anos) ocorreu exatamente em junho de 2018 e, em oposição, o maior volume do mesmo período foi registrado no mês seguinte, julho de 2018.

Carne de Frango in natura

Tags: