Sindicarne - Florianópolis
INDÚSTRIAS DE PRODUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM PROTEÍNA ANIMAL
10/02/2020
Avicultura
Desempenho do frango (vivo e abatido) na 6ª semana de 2020
Dentro do previsto, o frango abatido reagiu à chegada de um novo mês e de uma nova massa salarial mensal

AviSite

Dentro do previsto, o frango abatido reagiu à chegada de um novo mês e de uma nova massa salarial mensal. Mas sem repetir o desempenho de um ano atrás, ocasião em que alcançou os melhores preços do primeiro trimestre do ano. O preço médio registrado na semana (base: produto resfriado comercializado no Grande Atacado da cidade de São Paulo), da ordem de R$3,98/kg, ficou pouco mais de 5% aquém do observado na mesma semana de 2019 (R$4,19,kg).

Com esse desempenho, a média de fevereiro corrente cai, pela primeira vez após três meses consecutivos, abaixo dos R$4,00/kg. No momento a R$3,96/kg, se encontra 12,20% e 3,18% abaixo dos valores registrados, respectivamente, há um mês e há um ano.

Por sua vez, o frango vivo ofertado no interior paulista permanece na monotonia de sempre, isto é, com baixa procura e, por isso, com ofertas excedentes. É verdade que na semana passada os excedentes diminuíram. Mas apenas porque os abatedouros – aproveitando o momento do mês – aumentaram seus abates e reduziram a colocação de aves vivas no mercado independente.

Como tal procedimento tem data certa para acabar – final da semana, quando termina a primeira quinzena – é praticamente impossível contar com alguma melhora no preço praticado – mantido como referencial em R$3,10/kg há, praticamente, duas semanas, mas sujeito a descontos que variam conforme a necessidade e o interesse de vendedores e compradores.

Em Minas Gerais o frango vivo deve completar nesta segunda, 10, exatas onze semanas (77 dias) com a cotação inalterada em R$3,50/kg, mas com o mercado absolutamente firme.

Frango vivo e abatido

Tags: