Sindicarne - Florianópolis
INDÚSTRIAS DE PRODUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM PROTEÍNA ANIMAL
08/01/2018
Avicultura
Frango vivo mineiro sofre terceira baixa no ano
O frango vivo comercializado em Minas Gerais terminou a primeira semana de 2018 negociado por R$2,65/kg – sofreu, portanto, redução de cinco centavos em relação à cotação registrada na quinta-feira

AviSite

O frango vivo comercializado em Minas Gerais terminou a primeira semana de 2018 negociado por R$2,65/kg – sofreu, portanto, redução de cinco centavos em relação à cotação registrada na quinta-feira. A baixa, terceira consecutiva da semana, ocorreu na sexta-feira, dia 5.

O comportamento do mercado – extremamente frágil – neste momento do ano não surpreende, é típico do período. No entanto, a confirmação dessa fragilidade vinda pela queda das cotações se restringe, até aqui, a Minas Gerais. Pois no interior paulista, onde o mercado também é fraco, a cotação do frango vivo permanece inalterada em R$2,70/kg e tende a completar nesta segunda-feira, 8, onze semanas de duração, ou seja, 77 dias.

Claro, há em São Paulo negócios realizados a preços inferiores aos de referência. Mas, poucos, se restringem àquelas ofertas realmente “spot”. Quer dizer: a maior parte dos negócios paulistas vem sendo predefinida entre produtores e compradores, não mais se sujeitando aos altos e baixos diários do mercado independente de aves vivas.

Mesmo assim, tanto para produtores paulistas como para mineiros a situação continua desfavorável do ponto de vista financeiro. Pois os preços recebidos permanecem negativos em relação aos registrados um ano atrás, enquanto os custos – leia-se: milho e farelo de soja – seguem em ascensão. Assim, por exemplo, à cotação atual o poder de compra do frango vivo em relação ao milho se encontra no menor patamar dos últimos 10 meses.

Frango vivo

Tags: