Sindicarne - Florianópolis
INDÚSTRIAS DE PRODUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM PROTEÍNA ANIMAL
22/09/2020
Suinocultura
União Europeia critica embargos a carne suína alemã
A Comissão Europeia, braço executivo da UE, disse que as proibições generalizadas como resultado de um surto de peste suína africana na Alemanha violam as regras da Organização Mundial do Comércio

Bloomberg

A União Européia disse que China, Japão, Coréia do Sul e México deveriam aliviar as proibições de importação de carne suína alemã, permitindo embarques de partes da Alemanha não afetadas pela doença que mata porcos.

A Comissão Europeia, braço executivo da UE, disse que as proibições generalizadas pelos quatro países como resultado de um surto de peste suína africana na Alemanha violam as regras da Organização Mundial do Comércio. As medidas da Alemanha e da UE tomadas para garantir que a carne da área afetada permaneça lá significam que a carne de porco de outras partes do país é segura, de acordo com a comissão.

“Qualquer bloqueio nacional às importações de carne suína de todo o território de um estado membro da UE afetado imposto por um parceiro comercial é considerado mais restritivo ao comércio do que o necessário e não se justifica do ponto de vista sanitário”, disse a comissão sediada em Bruxelas em uma declaração enviada por email na quarta-feira.

A comissão está tentando manter os mercados de carne suína em todo o mundo abertos para a Alemanha depois que os preços do gado caíram como resultado do surto de peste suína africana no país na semana passada. A área alemã afetada fica perto da fronteira com a Polônia.

Tags: